O QUE FAZER ....

quinta-feira, agosto 27, 2009 / Postado por And_Rodrigues /

Bem houve uma pequena pausa, não proposital nas postagens,
peço desculpas aos que procuraram algo novo,
Espero que gostem é sempre uma honra expor meu trabalho,
mesmo que não seja "famoso" por assim dizer



O que fazer quando se perde o seu coração
E na tentativa de recuperara-lo,
Descobre que ele já não considera mais seu peito seu lar ?

Quando o vazio que isso lhe causa
Não tem fim que sane essa dor,
E deixa um lugar, um algo
Que terá que se encontrado
Onde você nem imagina
E essa dor, essa falta não deixa de existir
Você só se acostuma com ela
E isso te faz pensar em correr e lutar
Mas lembra-se que seu coração
Tem vontade própria
E encontra abrigo
Onde mais lhe agrada, se sente bem
Mais lhe convém

E a dor que ali habita
Essa falta que não te abandona
Você convive com a dor permanente
De viver sem seu coração
Sente o vazio deixado pela sua ausência
Por mais que pareça não doer
Você sabe que esta ali ainda
Dor e vazio
Que só fazem você
Por que não deixa de doer ?
Não deixa de doer
Pela simples razão que
Você não pode viver sem seu coração


^AR^

4 comentários:

Comment by aline on 27 de agosto de 2009 05:29

Olá moço... Como sempre estou passando aqui para prestigiar mais um lindíssimo poema seu, e como sempre também, não posso deixar de te elogiar... Você tem um talento único, incrível! O dom das palavras que poucos possuem... Faça disso uma virtude e use sempre para o bem... Seu poema é fantástico! Adorei muito mesmo! Espero que continue escrevendo e usando toda a sua criatividade em prol do seu conhecimento e crescimento, como pessoa, como profssional... Desejo a ti, moço, todo o sucesso do mundo!!!

Beijão de quem te ama! ^AR^

Comment by Dayane on 27 de agosto de 2009 20:32

Adoreiii, liiiindo demais =]

Comment by Camila on 28 de agosto de 2009 14:32

pqp,é foda...essa dor...mas vamos conseguir nos libertaaar...vc vai veer!rs beijos migo

Comment by Flavio Gato on 12 de setembro de 2009 22:47

ai ai ai... o amor é uma dor!!
kkk

Postar um comentário