Vicente - Capitulo 1 - Pt.3 ( Pt Final )

quarta-feira, setembro 22, 2010 / Postado por And_Rodrigues /

Depois de ter na última semana fugido demais ao temas normalmente abordados no blog, voltamos a "normalidade", rsrsr...e quem melhor para brilhar nessa volta do que nosso querido Vicente, espero eu que querido neh, rsrsr...Obrigado a todos que visitam, leem, gostam e voltam ao blog, muito obrigado mesmo.







Assim que a porta do elevador parou no 23° andar, e a porta se abriu, a figura que sua secretária vu, foi de um jovem homem que olhava distraidamente para o chão e coçava a cabeça, o som do elevador indicando que chegavam no andar, fez com que ele olhasse para frente e viu estática ali sua secretária.

Ana assim que o viu percebeu o desanimo de Vicente, o que a deixou ainda mais sem jeito do que esperava estar, afinal seu recado de última hora estava estragando os planos de retiro dele .

Vicente assim que desceu do elevador percebeu uma certa agitação por conta de Ana, ele não queria estar ali, mas com certeza, ela também não, era para ela estar de folga assim como ele, pensando nisso, logo tratou de dar um sorriso amigável como se estivesse com saudade de uma velha amiga, e disse:

- Vamos terminar logo com isso, disse sorrido, e continuo
- Tem uma bela advogada e um chalé me esperando, e o que te espera Ana?

Ana mal podia acreditar no que acabará de ouvir , o homem deveria estar furioso, acabava de chegar da ferroviária só por causa da bendita reunião.

- Ana? Disse Vicente tentando manter o tom animado, e puxando conversa com sua secretária.

- Ai! desculpa senhor...deu um breve sorriso e enfim respondeu...
-Livros, livros me esperam, música, talvez cinema, quem sabe com sorte, uma xícara de chocolate quente.

- Ótima pedida, adoro tudo o que você disse, principalmente os livros, e a música, Vicente agora sorria sem nenhum esforço.

- Gosto muito de música, mas livros são minha paixão senhor, estou no último ano de letras, amo ler.

-Desculpe, mas...senhor? Não precisa disso, Vicente fez uma pequena pausa e continuou, entendo que seja uma questão de educação. Mas...

- Masss? Olhou espantada Ana
- Quando estivermos assim, só nós dois, por favor me chame de Vicente.

Era verdade que não trabalhava ali há muito tempo, mas desde que foi contratada, a dois meses, nunca haviam conversado daquela forma. Ele sempre fora educado, em momento algo a tratou mal, sempre atencioso com o serviço. Mas nada tão humano, Ana sempre o imaginou frio e distante.

-Concorda? Disse Vicente para sua secretária
-Sim. Claro, como o senhor qui...

Os dois riram, Vicente que estava com a mão no bolso, a levou até o abdômen e a boca por causa dos risos. Ana se permitiu naquele momento, sem nenhum tipo de premeditação, apoiar-se no antebraço de Vicente, que não se incomodou, pelo contrario de um modo curioso até gostou.

Distraídos pelo desenrolar da conversa, não repararam que se aproximava alguém, que cortou o riso dos dois de modo seco:

- Medeiros! O que faz ai meu rapaz? O senhor olhou para os dois e completou sua frase. Venha logo, estamos te esperando.

O homem que interromperá a conversa era Siqueira, que olhou Vicente dos pés a cabeça, com um ar de desaprovação ao rapaz. Vicente vestia uma camisa de manga cumprida com gola em V, jeans e sapato. Já Siqueira estava de terno, paletó e gravata.

Tanto Vicente, quanto Ana, imediatamente ficaram quietos.

- Estou indo Siqueira, um minutos apenas! Só irei pegar algumas coisas.
-Um minuto Vicente! Um minuto! Disse o velho Siqueira, partindo pelo mesmo corredor que havia vindo

-Me desculpe. Disse ele virando-se para Ana, que já estava nesse momento de volta a sua mesa.
-Não! Que isso senh...Vicente. E lhe deu um sorriso, logo ela mesma tornou a falar:

- Vamos terminar logo com isso. Dizendo isso entregou ao chefe uma pasta com diversos relatórios.

Vicente pegou a pasta, virou-se, e começou a andar em direção ao corredor que Siqueira havia seguido. De repente parou, olhou para Ana e disse:

-Desculpa mais uma vez, e...obrigado por estar aqui. Após um curto silêncio, falou novamente. Pode ir embora se quiser.

Ana sem reação, só conseguiu dizer:
- Obrigada Vicente

Ele apertou os lábios formando um sorriso, e seguiu pelo corredor.



^AR^


.

Marcadores:

2 comentários:

Comment by Vanessa on 23 de setembro de 2010 21:31
Este comentário foi removido pelo autor.
Comment by Vanessa on 23 de setembro de 2010 21:31

Eeeeeeeeeeee Vicente novamente!!

More estou amando a Historia, vou esperar ansiosa o restante.
Obriga pela ajuda que vc me deu.
Vc é um ótimo amigo!

Bjinhusss

Postar um comentário