Vicente - Capitulo 3 - Almoço Pt.1

terça-feira, dezembro 14, 2010 / Postado por And_Rodrigues /

Depois de longas férias ele esta de volta. Vicente segue com seus encontros e desencontros, espero que todos curtam. E obrigados a todos que visitam o blog.




Vicente - Capitulo 3 - Almoço Pt.1




Com certeza aquilo não estava nos planos de nenhum dos dois. Ana não acreditava no que estava acontecendo , por mais educado e simpático que o chefe lhe parecesse, almoçar com ele era algo realmente até aquela manhã impensável. Mas ali estavam.

Em um restaurante aconchegante na esquina do prédio onde trabalhavam. Sentados um de frente para o outro numa mesa quadrada de madeira maciça de cor escura, assim como as cadeiras. Foram bem recebidos, ficará claro pelo jeito que Vicente era tratado que era um freqüentador do local. Durante a refeição conversaram animadamente, riram, comeram. Vicente, que nem se deu conta que a sua volta as mesas ficavam vazias, pediu café para os dois. Ana tentou recusar, não queria abusar da boa vontade de Vicente, e também já estava um tanto preocupada com a conta, mas não conseguiu resistir aquele sorriso ingênuo. Todo aquele momento era um verdadeiro sonho.

De repente uma voz masculina chama a atenção de Vicente, cumprimentando-o, nada mais do que meia dúzia de palavras de cada um. Mas nesse momento Ana olha para o pulso, e vê que seu relógio marca 14:48 hs. Ao ver a hora que marcada, levanta-se rápido, e começa a pedir desculpas para o chefe:

- Desculpe. Eu realmente preciso ir. Falou já se levantando
- Não precisa se desculpar. Acho realmente que já tomei demais o seu tempo. Disse com um sorriso no rosto.
-De modo nenhum tomou meu tempo. Eu estava tão entretida que nem percebi a hora passar. Falava de modo afobado, e quase sem respirar, e continuo
-Quanto é minha parte?

Vicente franziu o cenho e perguntou:
- Parte? ...Que parte?
Ana parou por um momento, olhou para Vicente, e respondeu
-Do almoço. Quanto ficou minha parte?
-Ah! É dessa parte que você esta falando...depois de parecer entender do que Ana falava, ele continuou... “:-Nada.”
-Como assim nada ? perguntou Ana
-Nada! Igual a zero. Disse abrindo um leve sorriso no canto da boca, e antes que Ana pudesse protestar ele emendou:
-Quem convida paga.

Ana imediatamente corou e disse:
-Eu não posso aceitar senhor...
-Claro que pode. Mesmo por que esta atrasada.

Ela continuo o encarando por uns dois longos segundos, pegou suas coisas, que se resumiam a uma bolsa, uma pasta, e uns dois livros. Agradeceu com um Obrigado sem graça, e foi saindo vagarosamente, já sem aquele afobamento inicial, quando ouviu ele dizer:

-Ah!
Imediatamente Ana virou em direção a Vicente, para dizer:
-Pode falar
-É Vicente. E não senhor. E deu um sorriso para ela.

Ana riu consigo mesma e saiu do restaurante, foi andando pela calçada, passando diante do vidro que dava para o interior do estabelecimento de que acabará de sair. Enquanto era observada por Vicente, abraçou seus livros e pastas, e seguiu seu caminho.




^AR^


.

Marcadores:

3 comentários:

Comment by Keli on 15 de dezembro de 2010 16:34

Mas que Vicente safadinho, não? Já quer.
P.S: Não demora tanto não, tenho o recesso todo pra ler suas postagens.
Beijim da Ilza.

Comment by Camila on 19 de dezembro de 2010 11:03

hmmmmm ai ai....tá querendo rs
beijos

Comment by Vanessa on 4 de janeiro de 2011 15:04

Só isso?!?!?!
Eu quero mais!!!

ai tem heim??

bjusss

Postar um comentário